domingo, julho 20, 2008

CAMINHO DE SANTIAGO - PARTE 2

E seguimos:
19/07/1998, quinto dia de caminhada.
Passando por Mañeru, Cirauqui, Lorca e Villatuerta, chegamos a Estella, depois de andar 21 km em 7 horas. Em Estella nos esperava a Igreja de San Pedro de la Rúa, construída entre os séculos XII e XIII:
Para o dia seguinte, nosso sexto dia de caminhada, nos esperavam Irache com sua com sua fonte de vinho, Luquín e, finalmente, Los Arcos, 21 km e 6 horas depois de nossa partida de Estella.
Próximo destino, Logroño. Através das terras de Sansol, Torres del Río e Viana, caminhamos 27 km em 8 horas. Era o nosso sétimo dia no Caminho de Santiago.
Em Logroño, as torres da Concatedral Santa María la Redonda, que podem ser vistas aí ao lado.
Oitavo dia. Oito horas de caminhada. 24 km. Passando por Navarrete, chegamos a Nájera.
Dia seguinte, 23 de julho, chegamos a Santo Domingo de la Calzada, depois de passar por Azofra e Cirueña. Foram 22 km em 6 h. Trocamos o albergue de peregrinos por um confortável apartamento no Parador de Santo Domingo de la Calzada. Nós merecíamos. Esse era o nono dia de caminhada.
Na manhã seguinte saímos em direção a Villafranca Montes de Oca. Passamos por Grañon - cuja Igreja de San Juan Bautista se vê abaixo-, Redecilla del Camino, Castildelgado, Villamayor, Belorado, Tosantos, Villambistia e Espinosa del Camino. Foi um longo dia, o décimo.
Caminhamos por 9 horas. 35 km.
Em Villafranca Montes de Oca, os peregrinos se acomodavam em barracas.
Na credencial, mais alguns carimbos:

Nos pés, nenhuma bolha.
E já tínhamos caminhado 214 km.

Nenhum comentário:

Postar um comentário