terça-feira, novembro 24, 2009

Béradêro, gente que encanta...

Gente, eu tenho muitos "guardados"... físicos e virtuais. Tantos que quando procuro algo não acho!
Estive boa parte dessa tarde procurando uma entrevista onde Chico César conta o significado da palavra béradêro. Não achei!
É claro que eu me lembro do que ele diz, mas queria encontrar as palavras dele mesmo...
É mais ou menos assim: béradêro é aquele cara que vem de uma periferia e fica meio sem graça, meio sem jeito diante das coisas e pessoas que encontra num centro maior. Algo assim como a cigana analfabeta lendo a mão de Paulo Freire.
Acredito Chico tenha se sentido um béradêro em muitas situações de sua vida de menino do sertão alçado à condição estrela internacional. E talvez esse seja um dos motivos pelo qual inicia sua obra musical com uma música das mais belas cujo nome é Béradêro, que todo mundo conhece mas se quiser ouvir de novo é só clicar aqui.
Também foi esse o nome que escolheu para o projeto que criou junto com sua primeira professora de música, a irmã Iracy Barboza de Almeida, lá em Catolé do Rocha/PB: Instituto Cultural Casa do Béradêro.
Eu mesma, em 2006 , já escrevi nesse blog sobre o instituto quando tive oportunidade de ver um grupo de garotos vindos de Catolé pra tocar num evento paulistano no Ibirapuera.
Pois então, o Instituto Cultural Casa do Béradêro, que nasceu com o objetivo de difundir a cultura musical entre os jovens do sertão paraibano, cresceu. Tornou-se forte e importante na comunidade. Hoje tem muitas outras vertentes e integra um projeto maior, o Gente que encanta, do Programa Desenvolvimento e Cidadania Petrobrás, coordenado pela prórpria irmã Iracy e pela Aline Fernandes, que pegaram firme na ideia de conduzir a Casa do Béradêro até o seleto grupo de 72 projetos selecionados entre os 3.264 inscritos por todo o Brasil para concorrer a esse importante patrocínio econômico e cultural.
Sonhos se tornam realidade, mas é preciso lutar!
Hoje o Instituto Cultural Casa do Béradêro e o projeto Gente que encanta fazem parte da realidade de muitos jovens béradêros paraibanos.

3 comentários:

  1. Muito bom saber disso. Obrigado pela informação. Acho essa musica simplesmente genial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Chico, seu xará é "massa"!

      Excluir
  2. Beradêro é o caba que fica na "berada".

    ResponderExcluir